Nutrição Funcional ou Nutrição Personalizada: O que é?

Você já deve ter escutado ou lido por aí sobre nutrição funcional, dieta detox, detoxificação, nutrição personalizada... Afinal, o que esses termos significam?

A nutrição funcional consiste no entendimento global do paciente como um ser com múltiplas manifestações de um organismo que pode estar equilibrado ou não. Nossas células em constante funcionamento utilizam os nutrientes provenientes dos alimentos para geração de energia, metabolismo de substâncias estranhas, anabolismo ou catabolismo protéico, defesa imunológica, dentre outras funções, as quais sem o correto aporte de nutrientes pode ocasionar em desordens com impactos significantes na saúde e qualidade de vida.

O que poucos sabem é que um organismo desequilibrado, seja por conta de uma doença de base, predisposições genéticas ou hábitos de vida inadequados como o sedentarismo e alimentação desequilibrada podem contribuir para o não aproveitamento correto ou metabolismo inadequado dos nutrientes, podendo ser a causa de muitas desordens e doenças como alergias alimentares, enxaqueca, TPM, má digestão, queda de cabelo, acne, depressão, etc.

Essa necessidade nutricional varia a depender de uma série de fatores, como faixa etária, se o sujeito está exposto a algo no seu ambiente como toxinas ou estresse, se há prática de atividades físicas ou não, hábitos de vida, e por aí vai.

Cada ser é único, assim como nosso código genético nos diferencia um dos outros. Portanto, um alimento considerado como funcional para muitos, cheio de propriedades benéficas, pode não fazer bem para uma pessoa em específico. Para compreender os impactos que a alimentação pode causar ao organismo é necessário compreender todos os aspectos que influenciam nesse metabolismo, desde suas predisposições genéticas, seus hábitos de vida, suas crenças e relações sociais e seu acesso ao alimento.

O objetivo do nutricionista funcional é, considerando a individualidade de cada paciente, prescrever alimentos e suplementos (quando necessários) que possam contribuir para o equilíbrio do organismo como um todo, de modo a solucionar sinais e sintomas de causas nutricionais. Ou seja: atender cada indivíduo de forma integral e personalizada. Porque saúde é mais que a mera ausência de doenças.